Cetam e Seduc definem Ensino Médio Integrado ao Técnico para 2018

Cetam e Seduc definem Ensino Médio Integrado ao Técnico para 2018
5 (100%) 13 votes

Em reunião, na última quinta-feira (30), a equipe pedagógica do Centro de Educação Tecnológica do Amazonas (Cetam) e representantes da Secretaria de Estado de Educação e Qualidade de Ensino (Seduc) deram continuidade às discussões do Projeto do Ensino Médio Integrado, que une o Ensino Médio regular à Formação Técnica.

O Novo Ensino Médio está previsto para entrar em vigor a partir de 2019, em todo o país. No Amazonas, o projeto deve ter execução antecipada para 2018, em algumas escolas da Seduc e do Cetam.

Com a mudança, o estudante poderá optar por uma formação técnica dentro da carga horária do Ensino Médio regular e, ao final dos três anos, receber apenas um certificado do Ensino Médio com o Curso Técnico. Não há aumento de carga horária ao estudante.

De acordo com o Diretor-Presidente do Cetam, professor Rony Siqueira, um Termo de Cooperação Técnica será assinado entre os dois órgãos. “Por orientação do Governador Amazonino, estamos organizando essa integração dos currículos, sem deixar de levar em conta a infraestrutura necessária, pensando sempre na qualidade do ensino ao estudante”, disse.

Segundo o secretário de Educação, professor José Augusto de Melo Neto, a integração possibilitará ao estudante recebimento de certificação profissional, com expectativa de redução nos índices de evasão, especialmente no turno noturno.

Atualmente, os cursos técnicos oferecidos pelo Cetam, aos estudantes do Ensino Médio, são feitos de forma concomitante, no contraturno, porém, não fazem parte do mesmo currículo.

Ainda de acordo com o professor Rony Siqueira, além do projeto do Ensino Médio Integrado, o Cetam planeja a implantação de um Centro de Mídias no próximo ano. “O Cetam deve receber um Centro de Mídias, nos mesmos moldes do Cemeam/ Seduc, para ampliar qualidade e oferta de cursos técnicos na capital e nos 61 municípios do interior”, afirmou.

Levantamento

Na próxima reunião, marcada para o dia 07 de dezembro, Cetam e Seduc apresentarão os cursos a serem ofertados  e as escolas que receberão o projeto em 2018.

Inicialmente, o Cetam trabalha com a proposta de cinco cursos: Técnico em Informática com ênfase em Mídias Digitais, Técnico em Administração Pública, Técnico em Serviços Jurídicos, Técnico em interpretação e leitura em Libras e Técnico em Agroeconomia.

“Um estudo está sendo realizado para identificarmos quais cursos possuem grande demanda junto à comunidade estudantil e também maiores condições de empregabilidade”, destacou o Diretor-Presidente do Cetam, professor Rony Siqueira.

Notícias Relacionadas

Compartilhar:

Comentários