Camelôs deixam as calçadas da Epaminondas em Manaus

A Prefeitura de Manaus, por meio da Secretaria Municipal do Centro (Semc), realizou na noite desta quarta-feira, dia 10, a realocação de mais 125 camelôs que ocupavam as calçadas da avenida Epaminondas e da rua da Instalação, no centro de Manaus.

Esta é a terceira fase da retirada dos trabalhadores das ruas, iniciada em fevereiro passado, com a realocação de 699 camelôs da praça da Matriz, avenidas Eduardo Ribeiro e Sete de Setembro e, em julho, com a realocação de mais 173 camelôs das ruas Henrique Martins, Saldanha Marinho, 24 de Maio, José Clemente, Lobo D’Almada, Joaquim Sarmento e praça Dom Bosco.

O Camelódromo da avenida Epaminondas, com entrada também pela rua Lobo D’Almada, foi reaberto para receber aproximadamente 30 trabalhadores. Ele estava fechado desde a mudança dos camelôs para a Galeria Espírito Santo, no início de Agosto.

Alguns camelôs preferiram esperar em casa. Todos os que aceitaram deixar as ruas vão receber a Bolsa Auxílio no valor de R$ 1 mil, do Fumipeq, bem como a Cesta Básica mensal, até que sejam instalados em um centro de compras definitivo.

De acordo com o Secretário Municipal do Centro, Glauco Francesco, essa foi a forma encontrada para atender alguns camelôs que não queriam perder a clientela daquela área.

Durante toda esta quinta-feira, dia 11, as equipes da Prefeitura ainda vão trabalhar na organização dos boxes. Aproximadamente 180 servidores municipais, da Semc, que coordena a operação, Secretaria Municipal de Limpeza Pública (Semulsp), Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminf), Secretaria Municipal de Mercados, Produção e Abastecimento (Sempab), Instituto Municipal de Engenharia e Fiscalização de Trânsito (Manaustrans) e Superintendência Municipal de Transportes Urbanos (SMTU) estiveram envolvidos na operação, que também contou com o apoio da Polícia Militar.

Todos os camelôs removidos nesta fase vão passar por cursos de empreendedorismo através da Escola Municipal de Serviço Público e, em seguida, vão inciar o processo de formalização junto ao Sebrae, para se transformarem em microempreendedores e terem direito às linhas de financiamento disponibilizadas pela Prefeitura.

Ao todo já são 997 camelôs que deixaram as calçadas, em atendimento ao projeto de requalificação do Centro Histórico de Manaus, lançado em 2013 pelo Prefeito Arthur Virgílio Neto.

Quem passa pela avenida Epaminondas e pela rua da Instalação já sente uma enorme diferença. Depois da retirada das bancas das calçadas, a Semulsp lavou toda área, retirando lixo, animais mortos e restos metálicos, já que algumas bancas precisaram ser arrebentadas com maçarico para serem soltas das grades do Colégio Militar. Ligações clandestinas de água e luz também foram cortadas.

Como a área é de grande circulação de pessoas, a Prefeitura já prepara uma operação de revitalização daquele espaço para o próximo domingo, dia 14.

Nesta quinta-feira, dia 11, técnicos da Semmas, Seminf e Semulsp estiveram no local avaliando as necessidades para que no fim de semana viabilizem a poda das árvores que escurecem as paradas de ônibus e a colocação de iluminação pública apropriada. Até lá, a Polícia Militar se comprometeu em intensificar a vigilância em toda a extensão das vias citadas.

 

Foto: Portal Amazõnia

Notícias Relacionadas