Barcelos-AM será destaque na maior Feira de Pesca Esportiva da América Latina

Barcelos-AM será destaque na maior Feira de Pesca Esportiva da América Latina
4.9 (97.5%) 8 votes

A maior feira de equipamentos e turismo de pesca da América Latina entra na sua 12ª edição, a Pesca Trade Show, que acontece de 22 a 25 de agosto no Anhembi, em São Paulo, e este ano terá o Amazonas como destino anfitrião no evento.

A pesca esportiva movimenta a economia que gera emprego e renda para os diversos moradores das cidades ribeirinhas que trabalham como guias, barqueiros entre outras atividades associadas. Além de Barcelos, os municípios de Presidente Figueiredo, Careiro da Várzea e Rio Preto da Eva são alguns dos principais destinos propícios para a prática.

A Empresa Estadual de Turismo (Amazonastur) será a responsável por promover o Estado na feira como destino turístico e apresentar o potencial do segmento de pesca esportiva que anualmente atrai mais de mais de 10 mil turistas ao Amazonas e que movimenta aproximadamente R$ 50 milhões. O stand será um dos que terão destaque no evento. 

“Com a abertura da Temporada de Pesca Esportiva, que tem início neste segundo semestre, a demanda de turistas que procuram o Amazonas para a prática dessa atividade, que tem baixo impacto ambiental, aumenta muito. Por isso, vamos aproveitar a feira para intensificar a promoção do nosso destino para os amantes e aficionados pela pesca”, declarou o presidente da Amazonastur, Nickolas Cabral.

O evento

A 12ª Pesca Trade Show reunirá mais de 100 expositores, que representam mais de mil marcas mundiais do segmento. Simultaneamente acontece o Mariner Boat Show, que apresenta produtos a um público altamente qualificado que busca embarcações apropriadas tanto para pesca como para lazer.

Oportunidades

 “Além da pesca esportiva vamos apresentar todos os potenciais turísticos do Amazonas, além da gastronomia, cultura, artesanato, e outros produtos turísticos que o nosso Estado possuí”, declarou o presidente da Amazonastur. 

A ação do Amazonas será feita de forma integrada com a Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas (Ipaam) e a Secretaria de Estado do Meio Ambiente (Sema), juntamente das empresas amazonenses especializadas do ramo.

Fonte: A Crítica

Notícias Relacionadas